‘Simonal’ é o grande vencedor do 23º Festival de Cinema Brasileiro de Miami



O Festival de Cinema Brasileiro de Miami acaba de anunciar, em cerimônia no tradicional Colony Theather, em South Beach, os vencedores de sua 23ª edição. Dirigido por Leonardo Domingues, Simonal, que no Brasil foi lançado em agosto, levou o troféu Lente de Cristal em quatro das sete categorias da premiação: Melhor Filme, Melhor Filme do Júri Popular, Direção de Fotografia para Pablo Baião e Melhor Ator para Fabrício Boliveira. Miguel Falabella ganhou o prêmio de Roteiro por Veneza, Lorena Comparato o de Melhor Atriz por Boca de Ouro, e Joana Mariani de Direção por Todas as Canções de Amor (veja abaixo a lista completa)

Além da premiação, a noite teve homenagem à atriz Dira Paes e contou com o ator e cantor Daniel Del Sarto como mestre de cerimônia.

Nesta edição, o júri foi composto por Adriana Sabino, fundadora e presidente do Centro Cultural Brasil-USA; Ana François, professora de cinema da University of Miami; Maria Sanchez, head da Amazon Prime para a América Latina; Monica Sufar, produtora e consultora de cinema; e Yago Mariño, diretor da VICE Media.

Seis longas estavam na competição: os ainda inéditos no Brasil Veneza, de Miguel Falabella, e Boca de Ouro, de Daniel Filho; Simonal, de Leonardo Domingues; Todas as Canções de Amor, de Joana Mariani; Deslembro, de Flávia Castro; e De Pernas Pro Ar 3, de Julia Rezende.

A cerimônia teve a presença de realizadores e atores como Fabrício Boliveira, Malu Mader, Daniel Filho, Luiza Mariani, a diretora Joana Mariani, o diretor de fotografia Pablo Baião, o produtor Fernando Muniz, além das diretoras do festival Adriana L. Dutra, Cláudia Dutra e Viviane B. Spinelli, entre outros.
OS VENCEDORES DO 23º FESTIVAL DE CINEMA BRASILEIRO DE MIAMI
Melhor Filme (Júri Popular) - Simonal, de Leonardo Domingues
Melhor Filme - Simonal
Melhor Ator - Fabrício Boliveira (Simonal)
Melhor Atriz - Lorena Comparato (Boca de Ouro)
Direção - Joana Mariani (Todas as Canções de Amor)
Direção de Fotografia - Pablo Baião (Simonal)
Roteiro - Miguel Falabella (Veneza)

‘As Golpistas’ ganha pôster nacional



“As Golpistas” (Hustlers) acaba de ganhar seu primeiro pôster em português, destacando Jennifer Lopez, Constance Wu, Lili Reinhart, Keke Palmer, Lizzo e Cardi B – que no filme vivem um grupo de strippers de Nova York. Inspirado no artigo “The Hustlers at Scores”, de Jessica Pressler, o longa estreou nos Estados Unidos em 13 de setembro e arrecadou 33,2 milhões de dólares no primeiro final de semana em cartaz. A estreia no Brasil está prevista para dezembro, com distribuição da Diamond Films.


No filme, Ramona (Lopez), Destiny (Wu) e outras strippers, cansadas dos abusos do trabalho, decidem virar o jogo e armam um plano para tirar vantagem dos seus clientes mais ricos de Wall Street. Quando o esquema começa a dar certo, elas embarcam em uma onda de extravagância e glamour. Mas logo a ambição toma conta do grupo e ameaça as amizades, ao mesmo tempo em que a lei coloca o plano em risco. Confira o trailer:


Escrito e dirigido por Lorene Scafaria, o longa conta ainda com Julia Stiles e Madeline Brewer no elenco. Elaine Goldsmith Thomas, Jessica Elbaum, Jennifer Lopez, Benny Medina, Will Ferrell e Adam McKay assinam a produção.

“Segredos Oficiais”, estrelado por Keira Knightley, ganha pôster nacional


A Diamond Films acaba de divulgar o pôster nacionalizado de “Segredos Oficiais” (Official Secrets), longa que conta a impressionante história da mulher se tornou mundialmente conhecida por expor segredos do governo britânico para tentar impedir a guerra no Iraque. Estrelado por Keira Knightley e com direção de Galvin Hood (“Infância Roubada”), o filme está previsto para chegar aos cinemas brasileiros em 31 de outubro. 


Na trama, enquanto políticos da Grã-Bretanha e dos Estados Unidos preparavam a invasão do Iraque, Katharine Gun (Knightley), uma das tradutoras da sede de comunicação do governo britânico, vaza um e-mail confidencial que pedia a espionagem de membros do Conselho de Segurança da ONU a fim de forçá-los a apoiar a guerra. Acusada de violar a Lei dos Segredos Oficiais e com sua vida, liberdade e casamento ameaçados, ela e seus advogados lutam para justificar suas atitudes e defender aquilo em que acreditam. Confira o trailer.

Um dos destaques da última edição do Festival de Sundance, “Segredos Oficiais” traz também Matt Smith, Matthew Goode e Ralph Fiennes no elenco.

“Malévola: Dona do Mal” traz Angelina Jolie de volta às telonas


A rede Cinépolis, maior operadora de cinemas da América Latina e segunda maior do mundo em ingressos vendidos, anuncia que “Malévola: Dona do Mal” entra em pré-venda a partir de hoje, dia 13 de setembro, e os ingressos podem ser adquiridos em: https://www.cinepolis.com.br/pre-vendas/




Enquanto o primeiro filme da franquia explica a história de Malévola, o segundo, “Malévola: Dona do Mal” foca em sua relação com a princesa Aurora. Com efeitos especiais fantásticos e uma caracterização digna da Disney, o filme mostra todo o universo das personagens de maneira impecável.
 
Com direção de Joachim Rønning, o filme estreia em 17 de outubro no Brasil.
 
Sinopse
Uma aventura que se passa vários anos depois de “Malévola” – em que o público aprendeu sobre os eventos que endureceram o coração da vilã mais famosa da Disney e a levou a amaldiçoar a pequena princesa Aurora, “Malévola II” continua a explorar a relação complexa entre a fada de chifres e a quase rainha, ao formarem novas alianças e enfrentarem novos adversários em sua luta para proteger os mouros e as criaturas mágicas.
 
Ficha Técnica
Malévola: Dona do Mal
Ação | Aventura.
Diretor: Joachim Rønning.
Elenco: Angelina Jolie, Elle Fanning, Ed Skrein, Chiwetel Ejiofor, Harris Dickinson, Juno Temple, Michelle Pfeiffer.
Distribuidora: Disney / Buena Vista.

Animes integram programação da Mostra de Cinema ChinaBrasil no Rio


Quem curte animação não pode ficar de fora das exibições de “Mu Qi Ling 2”, de Rao Yuhua, e de “Dragon Force”, de Wang Wei, na Mostra de Cinema ChinaBrasil que acontece entre os dias 23 e 25 de setembro no Espaço Itaú de Cinema, em Botafogo. A programação é gratuita com retirada de senhas meia hora antes na bilheteria do cinema. 
 
Trazendo a segunda parte do sucesso oriental Mu Qiling, o desenho mostra que é possível haver a simbiose entre homens e a natureza, ao contar a aventura do jovem que segue em direção ao mar com a missão de purificá-lo e ajudar a salvar o mundo. Já num futuro não muito distante, a ficção científica “Dragon Force” mostra como o Dr. J e o policial Idong vão salvar o planeta de uma ameaça alienígena.
 
Além desses, outros 10 filmes nacionais e chineses integram a mostra cuja a curadoria é de Antonio Leal (diretor e idealizador do CINEfoot) e do documentarista Hélio Pitanga (Arpoador/2016 e Som, Sol e Surf/18). O projeto cultural foi idealizado pelo empresário chinês, naturalizado brasileiro, Arthur Chen e visa a difusão do cinema chinês para o público carioca.

Doutor Sono | Sequência de "O Iluminado" ganha trailer final



A Warner Bros. Pictures divulgou, o trailer final de “Doutor Sono”. O  filme continua a história de Danny Torrance, 40 anos após sua assustadora estadia no Hotel Overlook, em “O Iluminado”

O elenco conta com Ewan McGregor
, Rebecca Ferguson e Kyliegh Curran e é dirigido por Mike Flanagan, que escreveu o roteiro com base no romance de Stephen King.



 


 Sinopse
Ainda extremamente marcado pelo trauma que sofreu quando criança no Hotel Overlook, Dan Torrance lutou para encontrar o mínimo de paz. Essa paz é destruída quando ele encontra Abra, uma adolescente corajosa com um dom extrassensorial, conhecido como Brilho. Ao reconhecer instintivamente que Dan compartilha seu poder, Abra o procura, desesperada para que ele a ajude contra a impiedosa Rose Cartola e seus seguidores do grupo Verdadeiro Nó, que se alimentam do Brilho de inocentes visando a imortalidade. Ao formarem uma improvável aliança, Dan e Abra se envolvem em uma brutal batalha de vida ou morte com Rose. A inocência de Abra e a maneira destemida que ela abraça seu Brilho fazem com que Dan use seus próprios poderes como nunca, enquanto enfrenta seus medos e desperta os fantasmas do passado. 


“Doutor Sono” tem lançamento previsto em 7 de novembro. O filme será distribuído mundialmente pela Warner Bros. Pictures.

Bonecos exploram diversos mundos no novo trailer de ‘Playmobil - O Filme’



Com a chegada das férias escolares em dezembro, a diversão nos cinemas está garantida com a estreia de “Playmobil– O Filme”, dia 12 de dezembro. O universo imaginário no primeiro longa-metragem inspirado na icônica marca de brinquedos traz às telonas novos personagens, em movimento e em cenas reais, pelos diversos mundos de Playmobil®. O novo trailer, recém-divulgado, revela a cumplicidade de Del e Marla, que estão à procura de Charlie, irmão de Marla. 


Com distribuição nacional Paris Filmes, a produção dirigida por Lino DiSalvo apresenta cenários de diferentes mundos da aventura, como a floresta, a arena romana, o cenário de faroeste, entre outros, abusando de uma coloração vibrante.  Nesta produção original, o público é convidado a embarcar numa jornada épica embalada por humor e ação e uma combinação de personagens cativantes em paisagens deslumbrantes. 

O enredo explora a relação dos irmãos Marla e Charlie. Quando seu irmão mais novo, Charlie, inesperadamente desaparece no universo mágico e animado de Playmobil®, Marla deve embarcar na maior aventura de sua vida para trazê-lo de volta para casa. Enquanto se aventura numa fantástica jornada por incríveis novos mundos, Marla encontra amigos corajosos e inesperados: o caminhoneiro Del, o agente secreto e carismático Rex Dasher, um robô rebelde, uma fada madrinha extravagante e muitos outros.

Marla e Charlie percebem que não importa onde a vida os leve. É possível conseguir qualquer coisa quando se acredita em si mesmo.

Antigo colaborador da Disney Animation, Lino DiSalvo assina em “Playmobil – O Filme” seu primeiro trabalho como diretor e roteirista. Em sua carreira, DiSalvo contabiliza projetos de sucesso internacional como chefe da equipe de animadores, supervisor de animação e animador, em “Frozen -  Uma Aventura Congelante”, “Enrolados”, “Bolt – Supercão”, “O Galinho Chicken Little”, entre outros. Além dele, Greg Erb, Blaise Hemingway e Jason Oremland também assinam o roteiro desta animação. 
 

‘O Tradutor’, protagonizado por Rodrigo Santoro, é indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro por Cuba



Temos mais um brasileiro no Oscar. Pela primeira vez na história do país, Cuba indicou ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro um longa protagonizado por um estrangeiro: o ator Rodrigo Santoro. “O Tradutor” Malin, um professor universitário de literatura russa que vê sua vida transformada ao ser designado como intérprete na ala infantil de um hospital cubano. Ele deve ajudar na comunicação entre os médicos e crianças vítimas do acidente nuclear de Chernobil que acabam de chegar a Havana. Relutante a princípio, Malin passará por uma profunda mudança. Confira o trailer aqui.

“O Tradutor” conta a história real dos pais dos dois diretores, os cubano-canadenses Rodrigo e Sebastián Barriuso - o que só torna o filme ainda mais emocionante. O longa, exibido na última edição do Festival de Sundance, estreou nos cinemas brasileiros em 4 de abril, com distribuição da Galeria Distribuidora.

Sinopse
Malin, um professor universitário de literatura russa vê sua vida transformada ao ser designado como tradutor na ala infantil de um hospital cubano. Ele deve servir de intérprete entre os médicos e vítimas do acidente nuclear de Chernobil que acabam de chegar a Havana. Relutante a princípio, Malin passará por uma profunda mudança.

Ficha técnica
O TRADUTOR (Un Traductor)
Data de estreia: 4 DE ABRIL
Gênero: Drama
Duração: 107 min
País: Cuba, Canadá
Distribuidor: Galeria Distribuidora
Direção: Rodrigo Barriuso e Sebastián Barriuso
Elenco: Rodrigo Santoro, Maricel Álvarez, Yoandra Suárez, Nikita Semenov
Roteiro: Lindsay Gossling
Produção Executiva: Louis O'Murphy, Lindsay Gossling.          
Produção: Louis O'Murphy, Lindsay Gossling, Sebastián Barriuso e Karen Harnisch
        

Em cena de ‘Tsé’, sobrevivente do Holocausto relembra o início da guerra



Trecho do filme “Tsé”, de Fábio Kow – sobre sua avó, a polonesa judia Tsecha Szpiegel – traz cenas do início da Segunda Guerra Mundial, quando os alemães invadiram a Polônia e muitos judeus tentaram fugir para a Rússia. Em depoimento, Tsé conta que começou a ver placas com a seguinte frase: “Para judeu e cachorro, o trem é rigorosamente proibido”. Ela lembra ainda que teve de se esconder em um bunker, junto do pai, da mãe e do irmão, para se proteger de bombardeios. Assista ao trailer:

Um dos vencedores da última edição do Doc Without Borders Film Festival, “Tsé” apresenta a história dessa mulher, que conseguiu chegar ao Brasil e formar sua família ao lado do marido, também refugiado.  O filme traz depoimentos, imagens reais da guerra, vídeos de arquivo de festas e encontros familiares e ilustrações. A estreia nos cinemas está marcada para 12 de setembro, com distribuição da Pagu Pictures.

Sinopse
Quando tinha 14 anos, a judia polonesa Tsecha Szpigel, Tsé, foi atirada pela janela de um trem em movimento pela própria mãe, para salvá-la. O trem estava a caminho do campo de extermínio nazista de Sobibor. Tsé precisou se reinventar para sobreviver. Anos mais tarde, veio para o Brasil. O documentário relata a sua saga através de depoimentos da própria Tsé, de seus descendentes e sob olhar de seu neto, Fábio Kow, diretor do filme. A história trata de questões universais, como a intolerância, o amor à vida e a constante reinvenção.

'Pacarrete' é o grande vencedor do 47º Festival de Cinema de Gramado




O longa brasileiro "Pacarrete" foi o grande destaque da noite de premiações do 47º Festival de Cinema de Gramado, na serra gaúcha, neste sábado (24). Levou oito Kikitos, sendo eles o de melhor filme pelo júri oficial e popular, melhor atriz, melhor ator e atriz coadjuvantes, melhor direção, roteiro e desenho de som. Veja abaixo a lista de todos os vencedores

Antes das premiações no Palácio dos Festivais, a produção cearense foi exibida na sessão de terça-feira (20), quando foi aplaudida de pé pelo público. O filme conta a história de "Pacarrete", uma bailarina e professora de dança aposentada que vive em Russas, no interior do Ceará, e tem o sonho de estrelar uma apresentação para a população local durante a festa de 200 anos da cidade. Junto ao esforço dela em busca do objetivo, está a falta de interesse da população por espetáculos.

O costa-riquenho "El Despertar de Las Hormigas" foi o melhor filme entre os longas estrangeiros e a animação "Apneia" venceu entre os curta-metragens brasileiros. Estreando na mostra competitiva, a categoria de longas gaúchos premiou "Raia 4" como melhor filme. "Veneza", de Miguel Falabella, e "O Homem Cordial", de Iberê Carvalho, conquistaram dois prêmios cada. Ao todo, foram distribuídos R$ 285 mil em dinheiro, conforme a organização do evento.

Fonte: G1



Cinépolis anuncia combo de “IT - Capítulo 2”


A rede Cinépolis, maior operadora de cinemas da América Latina e segunda maior do mundo em ingressos vendidos, inicia no dia 29  de agosto a venda do combo promocional de “IT - Capítulo 2”que terá três opções de escolha:
Combo 1: 1 balde IT 2 com pipoca + 1 copo IT 2 750 ml + 2 bebidas no copo Cinépolis;
Combo 2: 1 balde IT 2 com pipoca + 2 bebidas no copo Cinépolis;
Combo 3: 1 pipoca grande + 1 copo IT 2 750 ml + 2 bebidas no copo Cinépolis.


 A aguardada adaptação do livro de Stephen King terá 2 horas e 45 minutos de duração — meia hora a mais que seu antecessor. A pré-venda dos ingressos já está disponível, no site:
https://www.cinepolis.com.br/pre-vendas/ .
 

Pennywise está de volta no segundo capítulo do filme inspirado no livro de Stephen King. Os personagens, agora crescidos, retornam à cidade para tentar derrotar novamente o palhaço.

Com direção de Andy Muschietti, o filme estreia dia 05 de setembro no Brasil.

Sinopse
Como a cada 27 anos o mal revisita a cidade de Derry, Maine, IT – Capítulo 2 traz osmesmos personagens – que há muito tempo seguiram seus próprios caminhos – de volta como adultos, quase três décadas depois dos eventos do primeiro filme.

Ficha Técnica
IT - Capítulo 2
Terror | Thriller.
Diretor: Andy Muschietti.
Elenco: Bill Skarsgård, Finn Wolfhard, Jessica Chastain, James McAvoy, Jack Dylan Grazer, Sophia Lillis, Bill Hader, Jake Weary, Jay Ryan.
Duração: 165 min.
Distribuidora: Warner Bros. Pictures.

O Rei Leão se torna a 10ª maior bilheteria da história


A nova versão de O Rei Leão superou o marco de US$ 1,351 bilhão na bilheteria mundial esta semana. Ultrapassou a arrecadação de Pantera Negra (US$ 1,346 bilhão) e se tornou a 10ª maior bilheteria de todos os tempos.

No início da semana, o remake dirigido por Jon Favreau já havia superado a arrecadação de A Bela e a Fera, . Assim, se tornou o maior “live-action” da Disney. Toy Story 4 superou US$ 1 bilhão esta semana.
Começando a sair de cartaz, 
O Rei Leão ainda pode superar a 9ª maior bilheteria, Vingadores: A Era de Ultron (US$ 1,405 bilhão),mas é improvável que ele ultrapasse Velozes & Furiosos 7 (US$ 1,516).

Benzinho é o grande vencedor do 18º Grande Prêmio do Cinema Brasileiro


Foram anunciados na noite desta quarta-feira (14 de agosto), no Theatro Municipal de São Paulo, os vencedores do 18º Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. O grande vitorioso foi o filme Benzinho, dirigido por Gustavo Pizzi, com seis prêmios, nas categorias Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Atriz, Melhor Atriz Coadjuvante, Melhor Roteiro Original e Melhor Montagem de FicçãoLogo depois, O Grande Circo Místico, que levou o troféu Grande Otelo em Melhor Direção de Fotografia, Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Direção de Arte, Melhor Figurino, Melhor Maquiagem e Melhor Efeito Visual. O terceiro filme com mais estatuetas foi ChacrinhaO Velho Guerreiro, que levou os prêmios de Melhor Ator, Melhor Som e Melhor Longa-Metragem de Ficção - Voto Popular.

Este ano, o GP premiou em 34 categorias, sendo quatro inéditas: melhor filme ibero-americano lançado no Brasil e as melhores séries brasileiras de produção independente de ficção, documentário e animação exibidas na TV por assinatura e no OTT (veja abaixo a lista completa). A disputa reuniu 74 longas de ficção, 67 longas documentários, dois longas infantis, 55 curtas nacionais, além de 43 longas estrangeiros e 11 longas ibero-americanos. Ao todo, 1986 profissionais foram inscritos na disputa e mais de 200concorreram ao Troféu Grande Otelo.

Com transmissão ao vivo para todo o país pelo Canal Brasil, a cerimônia dirigida por Ivan Sugahara e apresentada por Rodrigo Pandolfo, André Ramiro e Juliana Linhares teve como pontos altos a homenagem à Zezé Motta, que recebeu o prêmio pelas mãos de Lázaro Ramos e Tais Araújo, enaltecendo sua militância à causa negra nas artes. A platéia também se emocionou com a apresentação de Ney Matogrosso, que cantou “Um Pouco de Calor”, trilha do filme “Ralé” (2015), estrelado pelo próprio cantor. Em uma cerimônia conduzida pelo casamento entre música e cinema e embalada por algumas das principais canções originais especialmente produzidas para produções cinematográficas, João Gilberto – o pai da Bossa Nova - foi lembrado com ‘Chega de Saudade’, interpretada por Ayrton Montarroyos.

cerimônia teve a presença de cineastas, atrizes, atores, produtores, distribuidores, exibidores, profissionais do audiovisual e de autoridades como o prefeito de São Paulo, Bruno Covas; o secretário de Cultura do Município de São Paulo, Alê Youssef; o secretário de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, Sérgio Sá Leitão; e Lais Bodanzky, presidente da Spcine. 

A Academia Brasileira de Cinema é presidida por Jorge Peregrino e a diretoria é composta por Paulo Mendonça (diretor vice-presidente), Bárbara Paz (diretora secretária), Alexandre Duvivier (diretor financeiro) e Iafa Britz (diretora social).

A votação sigilosa da premiação teve apuração da PWC.

A 18ª edição do Grande Prêmio conta com o Patrocínio Master da TV Globo através da Lei Federal de Incentivo à Cultura e Patrocínio do CANAL BRASIL através da Lei Federal de Incentivo à Cultura.
Patrocínio: Spcine, Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo e SABESP. 

Correalização: Spcine e Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo e Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo.

OS VENCEDORES DO GRANDE PRÊMIO DO CINEMA BRASILEIRO 2019
MELHOR LONGA-METRAGEM FICÇÃO
BENZINHO, de Gustavo Pizzi.  
MELHOR LONGA-METRAGEM DOCUMENTÁRIO
EX PAJÉ, de Luiz Bolognesi. 
MELHOR LONGA-METRAGEM INFANTIL 
DETETIVES DO PRÉDIO AZUL 2 - O MISTÉRIO ITALIANO, de Viviane Jundi. 
MELHOR LONGA-METRAGEM COMÉDIA
MINHA VIDA EM MARTE, de Susana Garcia. 
MELHOR DIREÇÃO
GUSTAVO PIZZI, por Benzinho
MELHOR ATRIZ
KARINE TELES, por Benzinho
MELHOR ATOR
STEPAN NERCESSIAN, por Chacrinha: O Velho Guerreiro (de Andrucha Waddigton)
MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
ADRIANA ESTEVES, por Benzinho
MELHOR ATOR COADJUVANTE
MATHEUS NACHTERGAELE, por O Nome da Morte (de Henrique Goldman)
MELHOR DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA
GUSTAVO HADBA, ABC, por O Grande Circo Místico
MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
KARINE TELES e GUSTAVO PIZZI, por Benzinho
MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
CARLOS DIEGUES e GEORGE MOURA, por O Grande Circo Místico
MELHOR DIREÇÃO DE ARTE
ARTUR PINHEIRO, por O Grande Circo Místico
MELHOR FIGURINO
KIKA LOPES, por O Grande Circo Místico
MELHOR MAQUIAGEM
CATHERINE LEBLANC CARAES e EMMANUELLE FÈVRE, por O Grande Circo Místico
MELHOR EFEITO VISUAL
MARCELO SIQUEIRA, ABC e THIERRY DELOBEL, por O Grande Circo Místico
MELHOR MONTAGEM FICÇÃO
LIVIA SERPA, por Benzinho
MELHOR MONTAGEM DOCUMENTÁRIO
GUSTAVO RIBEIRO e RODRIGO DE OLIVEIRA, por Todos os Paulos do Mundo
MELHOR SOM
JORGE SALDANHA, ARMANDO TORRES JR, ABC, ALESSANDRO LAROCA, EDUARDO VIRMOND LIMA e RENAN DEODATO, por Chacrinha: O Velho Guerreiro
MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL
ELZA SOARES e ALEXANDRE MARTINS, por My Name is Now, Elza Soares
MELHOR TRILHA SONORA
ZECA BALEIRO, por Paraiso Perdido (de Monique Gardenberg)
MELHOR LONGA-METRAGEM ESTRANGEIRO
INFILTRADO NA KLAN/ Blackkklansman (EUA), de Spike Lee. 
MELHOR LONGA-METRAGEM IBERO-AMERICANO
UMA NOITE DE 12 ANOS/La Noche de 12 Años (Argentina, Espanha, Uruguai), de Álvaro Brechner. 
MELHOR LONGA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO - MENÇÃO HONROSA 
PEIXONATA - O FILME
MELHOR CURTA-METRAGEM ANIMAÇÃO
LÉ COM CRÉ, de Cassandra Reis
MELHOR CURTA-METRAGEM DOCUMENTÁRIO
COR DE PELE, de Livia Perini
MELHOR CURTA-METRAGEM FICÇÃO
O ÓRFÃO, de Carolina Markowicz
MELHOR SÉRIE BRASILEIRA DE ANIMAÇÃO
IRMÃO DO JOREL, de Juliano Enrico
MELHOR SÉRIE BRASILEIRA DE DOCUMENTÁRIO
INHOTIM - ARTE PRESENTE
MELHOR SÉRIE BRASILEIRA DE FICÇÃO 
ESCOLA DE GÊNIOS - 1ª TEMPORADA
MELHOR LONGA-METRAGEM FICÇÃO - VOTO POPULAR
CHACRINHA: O VELHO GUERREIRO de Andrucha Waddington.
MELHOR LONGA-METRAGEM DOCUMENTÁRIO - VOTO POPULAR
MY NAME IS NOW, ELZA SOARES, de Elizabete Martins Campos       
MELHOR LONGA-METRAGEM ESTRANGEIRO - VOTO POPULAR
NASCE UMA ESTRELA/A Star is Born (EUA), de Bradley Cooper.
MELHOR LONGA-METRAGEM IBERO-AMERICANO - VOTO POPULAR
UMA NOITE DE 12 ANOS/La Noche de 12 Años (Argentina, Espanha, Uruguai), de Álvaro Brechner.

Mostra de Anime chega ao CCBB-RJ



O CCBB do Rio de Janeiro realiza, de 21 de agosto a 2 de setembro, a mostra ANIME: O Fantástico Mundo das Animações Japonesas. Serão exibidos, ao todo, 15 filmes, entre clássicos e obras raras, passando pelos gêneros de ação, aventura, ficção científica, drama e comédia. Longas-metragens como “Akira”, “Paprika”, “Hunter x Hunter”, “Bayonetta: Destino Sangrento”, “Ghost in the Shell”, bem como outras produções premiadas e produzidas por estúdios renomados.

Durante décadas, os animes faziam parte apenas do domínio dos chamados otakus, fãs do gênero. Muitos caçavam fitas VHS raras e importadas (eu mesmo quando era garoto assisti muitos assim). Hoje, graças à grande popularidade que trouxe mais séries para as terras brasileiras, o anime é maior do que nunca. Talvez você tenha assistido “Cavaleiros do Zodíaco” e “Sailor Moon”, ou viu um episódio perdido de “Dragon Ball Z” na TV. Mas o que é anime e como ficou tão popular?

Que fique claro, o nome em si não é uma abreviação da palavra animação. Na verdade, significa simplesmente “desenho animado” na língua japonesa. Ou seja, basicamente, para o público japonês, anime é qualquer desenho animado, seja no Japão ou não. Contudo, fora do país de origem, o termo passou a significar especificamente “animação japonesa”, ou, mais amplamente, qualquer programa ou filme animado que usa aspectos de assinatura da animação em estilo japonês, como cores vibrantes e expressões faciais características.

No Japão, o anime é uma forma culturalmente aceita e tradicional de entretenimento para todas as idades. É possível que sua primeira imagem mental de anime seja um menino de cabelo espetado ou um robô de ficção científica, mas o gênero é muito maior e essa mostra vem para demonstrar isso.
A entrada é gratuita para todas as sessões e também para os dois debates que serão promovidos. Confira a programação:

21/08 – QUARTA

16H – “PADRINHOS DE TÓQUIO”. “TÔKYÔ GODDOFÂZÂZU”. DESATOSHI KON(JAPÃO, 2003). 93 MIN. 12 ANOS
Hana, uma ex -drag queen, Gin, um antigo ciclista alcoólatra, e Miyuki, uma adolescente fugitiva, são três sem-tetos que acham um bebê abandonado no dia de Natal. Os três resolvem tentar encontrar os pais da criança antes da chegada do Ano Novo.
19H – “GHOST IN THE SHELL: O FANTASMA DO FUTURO”.“KÔKAKU KIDÔTAI”. DE MAMORU OSHII (JAPÃO, 1995). 93 MIN. 14 ANOS
Major Motoko é agente cibernética e líder da unidade do serviço secreto Esquadrão Shell. Formado pelo governo para combater a onda de crimes, eles são informados de que um poderoso hacker está no Japão. O suspeito é conhecido apenas pelo codinome Mestre Marionete.

22/08 – QUINTA

13H – “THE SKY CRAWLERS: ETERNAMENTE”. “SUKAI KURORA”. DE MAMORU OSHII (JAPÃO, 2008). 122 MIN. 12 ANOS.SESSÃO COM AUDIODESCRIÇÃO
Um grupo de pilotos de caça eternamente jovens conhecidos como ‘Kildren’ vivencia a repentina perda da inocência quando tem que lutar contra um novo inimigo em assustadoras batalhas aéreas.
19H – “THE SKY CRAWLERS: ETERNAMENTE”. “SUKAI KURORA”. DE MAMORU OSHII (JAPÃO, 2008). 122 MIN. 12 ANOS.

23/08 – SEXTA

16H – “PAPRIKA”. DE SATOSHI KON (JAPÃO, 2006). 90 MIN. 14 ANOS
Num futuro próximo, o Dr. Tokita inventa um poderoso aparelho chamado DC-Mini, que torna possível o acesso aos sonhos das pessoas. Sua colega, a Dra. Atsuko Chiba desenvolve um tratamento psiquiátrico revolucionário a partir do aparelho. Mas, antes de seu uso ser sancionado pelo governo, o DC-Mini é roubado. Quando vários dos pesquisadores do laboratório começam a enlouquecer e a sonhar em estado de vigília, Atsuko assume seu alter ego, Paprika, a “detetive de sonhos”, para mergulhar no mundo do inconsciente e descobrir quem está por trás da tragédia.
19H – “AKIRA”. DEKATSUHIRO ÔTOMO (JAPÃO, 1988). 124 MIN. 14 ANOS
Uma grande explosão fez com que Tóquio fosse destruída em 1988. Em seu lugar foi construída a Neo Tóquio. Em 2019, um projeto militar secreto coloca em risco a nova cidade ao transformar um membro de uma gang em um psicopata destruidor. Apenas dois adolescentes e um grupo de mentalistas poderão pará-lo.

24/08 – SÁBADO

13H – “HUNTER X HUNTER: PHANTOM ROUGE”. “GEKIJOUBAN HUNTER X HUNTER: FANTOMU RÛJU”. “DE YÛZÔ SATÔ (JAPÃO, 2013). 97 MIN. 12 ANOS
Kurapika se tornou um Hunter para se vingar do Genei Ryodan, que havia massacrado seu clã e roubado seus olhos. Os olhos do clã Kuruta se tornam escarlate em horas de perigo ou agitação emocional e são considerados o mais bonitos tesouro do mundo.
16H – “HUNTER X HUNTER: THE LAST MISSION”. “GEKIJOUBAN HUNTER X HUNTER: THE LAST MISSION”. DE KEIICHIRÔ KAWAGUCHI (JAPÃO,2013). 97MIN. 12 ANOS
Em meio à Batalha Olímpia, torneio que reúne os mestres de andar da Arena Celestial para decidir quem ficará no topo, surge uma nova ameaça. Os descendentes de um grupo que era a face oculta da Associação Hunter tomam a Arena Celestial e exigem a publicação de todas as missões secretas executadas por eles sob ordens da Associação.
18H – “BAYONETTA: DESTINO SANGRENTO”. “BAYONETTA: BLOODY FATE”. DE FUMINORI KIZAKI (JAPÃO, 2013). 90 MIN. 16 ANOS
Baseado no jogo de 2009. Há 500 anos, havia dois clãs encarregados de manter o equilíbrio entre as forças da luz e das trevas: as Bruxas de Umbra e os Sábios de Lumen. Mas a guerra entre os clãs acabou levando ambos à ruína. Agora, na época moderna, a bruxa Bayonetta despertou para retomar a caça aos anjos, mas ela não tem memória do seu passado.

25/08 – DOMINGO

13H – “O CONTO DA PRINCESA KAGUYA”. “KAGUYAHIME NO MONOGATARI”. DE ISAO TAKAHATA (JAPÃO, 2013). 137 MIN. LIVRE
Baseado no popular “O conto do cortador de bambu”. Kaguya era um minúsculo bebê quando foi encontrada dentro de um tronco de bambu brilhante. Ela se transforma em uma bela jovem cobiçada por cinco nobres, dentre eles, o próprio Imperador. Mas nenhum deles é o que ela realmente quer. A moça envia seus pretendentes em tarefasaparentemente impossíveis para tentar evitar o casamento com um estranho que não ama.
16H – “A TARTARUGA VERMELHA”. “LA TORTUE ROUGE”. DE MICHAEL DUDOK DE WIT (JAPÃO / FRANÇA / BÉLGICA / POLÔNIA / PAÍSES BAIXOS / HUNGRIA / REINO UNIDO / ALEMANHA / CHINA / TAILÂNDIA / ITÁLIA / DINAMARCA / EUA, 2016). 80 MIN. LIVRE
Após sobreviver a um naufrágio, um homem se vê em uma ilha completamente deserta. Lá ele consegue manter-se através da pesca e tenta construir uma jangada para deixar o local. Só que, sempre que ele parte com a embarcação, ela é destruída por um ser misterioso. Logo ele descobre que a causa é uma imensa tartaruga vermelha, com quem manterá uma relação inusitada.
18H – “VIDAS AO VENTO”. “KAZE TACHINU”. DE HAYAO MIYAZAKI (JAPÃO, 2013). 126 MIN. 12 ANOS
Jiro Horikoshi vive em uma cidade do interior do Japão. Ele decide construir um avião com formato de pássaro. Durante a busca para realizar seu sonho, ele conhece Naoko, uma jovem encantadora por quem se apaixona. No entanto, algo horrível ocorre e o futuro do casal fica ameaçado.

26/08 – SEGUNDA

16H – “A TARTARUGA VERMELHA”. (JAPÃO / FRANÇA / BÉLGICA / POLÔNIA / PAÍSES BAIXOS / HUNGRIA / REINO UNIDO / ALEMANHA / CHINA / TAILÂNDIA / ITÁLIA / DINAMARCA / EUA, 2017). 80 MIN. LIVRE
18h– “Paprika”. De Satoshi Kon (Japão, 2006). 90 min. 14 anos
Num futuro próximo, o Dr. Tokita inventa um poderoso aparelho chamado DC-Mini, que torna possível o acesso aos sonhos das pessoas. Sua colega, a Dra. Atsuko Chiba desenvolve um tratamento psiquiátrico revolucionário a partir do aparelho. Mas, antes de seu uso ser sancionado pelo governo, o DC-Mini é roubado. Quando vários dos pesquisadores do laboratório começam a enlouquecer e a sonhar em estado de vigília, Atsuko assume seu alter ego, Paprika, a “detetive de sonhos”, para mergulhar no mundo do inconsciente e descobrir quem está por trás da tragédia.
20H – DEBATE – PAPRIKAE O TRABALHO DE SATOSHI KON. COM A CURADORA¨JULIANA MELO E O DESIGNER E ANIMADOR DANIEL PINA

28/08 – QUARTA

16H – “GHOST IN THE SHELL: O FANTASMA DO FUTURO”.“KÔKAKU KIDÔTAI”. DE MAMORU OSHII (JAPÃO, 1995). 93 MIN. 14 ANOS
18H – “AS MEMÓRIAS DE MARNIE”. “OMOIDE NO MÂNÎ)”. DE JAMES SIMONE E HIROMASA YONEBAYASHI (JAPÃO, 2014). 103 MIN. 10 ANOS. SESSÃO COM LEGENDAGEM DESCRITIVA
Anna é uma garota muito solitária que vive com seus pais adotivos e não tem amigos. Ao se mudar para uma cidade do interior, acaba se tornando amiga de Marnie, que, na verdade, não é bem aquilo que aparenta ser. A amizade das duas vai bem até que, um dia, Marnie desaparece misteriosamente.
19H50 – DEBATE – AS MEMÓRIAS DE MARNIE– ANCESTRALIDADE E MULHERES NO ANIME. COM A CURADORA JULIANA MELO E ANA RODRIGUES, PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO DE CRÍTICOS DE CINEMA DO RIO DE JANEIRO – ACCRJ.COM PRESENÇA DE INTÉRPRETE DE LIBRAS.

29/08 – QUINTA

16H – “O LUGAR PROMETIDO EM NOSSA JUVENTUDE”. “KUMO NO MUKO, YAKUSOKU NO BASHO”. DE MAKOTO SHINKAI (JAPÃO, 2007). 91 MIN. 12 ANOS
Numa realidade alternativa pós-guerra, o Japão é dividido entre uma metade controlada pela União Soviética, e outra pelos Estados Unidos.Em 1996, três adolescentes fazem um pacto em que vão construir uma aeronave experimental, quase invisível, que atravesse a Hokkaido, na parte da União Soviética, e desvende os segredos de uma misteriosa torre.
19H – “O CONTO DA PRINCESA KAGUYA”. “KAGUYAHIME NO MONOGATARI”. DE ISAO TAKAHATA (JAPÃO, 2013). 137 MIN. LIVRE

30/08 – SEXTA

16H – “5 CENTÍMETROS POR SEGUNDO”. “BYÔSOKU 5 SENCHIMÊTORU”. DE MAKOTO SHINKAI (JAPÃO, 2007). 63MIN. LIVRE
A vida do jovem Takaki, contada em três segmentos interligados, entre o início dos anos 1990 e 2007. Invernos cruéis, tecnologias e obrigações adultas testam sua capacidade de amar
19H¨– “VIDAS AO VENTO”. “KAZE TACHINU”. DE HAYAO MIYAZAKI (JAPÃO, 2013). 126 MIN. 12 ANOS.
31/08 – sábado
13H – “KAPPA: O DUENDE DO RIO E O SAMPEI”. “KAPPA NO SAMPEI”. DE TOSHIO HIRATA (JAPÃO, 1994). 90 MIN. LIVRE
Sampei vive com seu avô numa tranquila aldeia quando é capturado e levado para a terra dos Duendes. Ele faz amizade com o duende Gartalow e eles decidem fugir juntos para a aldeia de Sampei.
16H – “AS MEMÓRIAS DE MARNIE”. “OMOIDE NO MÂNÎ)”. DE JAMES SIMONE E HIROMASA YONEBAYASHI (JAPÃO, 2014). 103 MIN. 10 ANOS
18H – “AKIRA”. DE KATSUHIRO ÔTOMO (JAPÃO, 1988). 124 MIN. 14 ANOS.

01/09 – DOMINGO

13H – “HUNTER X HUNTER: THE LAST MISSION”. “GEKIJOUBAN HUNTER X HUNTER: THE LAST MISSION”. DE KEIICHIRÔ KAWAGUCHI (JAPÃO,2013). 97MIN. 12 ANOS.
16H – “HUNTER X HUNTER: PHANTOM ROUGE”. “GEKIJOUBAN HUNTER X HUNTER: FANTOMU RÛJU”. “DE YÛZÔ SATÔ (JAPÃO, 2013). 97 MIN. 12 ANOS
18H – “PADRINHOS DE TÓQUIO”. “TÔKYÔ GODDOFÂZÂZU”. DESATOSHI KON(JAPÃO, 2003). 93 MIN. 12 ANOS.

02/09 – SEGUNDA

16H – “5 CENTÍMETROS POR SEGUNDO”. “BYÔSOKU 5 SENCHIMÊTORU”. DE MAKOTO SHINKAI (JAPÃO, 2007). 63MIN. LIVRE.
19H – “O LUGAR PROMETIDO EM NOSSA JUVENTUDE”. “KUMO NO MUKO, YAKUSOKU NO BASHO”. DE MAKOTO SHINKAI (JAPÃO, 2007). 91 MIN. 12 ANOS.

::: SERVIÇO


Mostra: ANIME: O Fantástico Mundo das Animações Japonesas
Onde: Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro (Rua Primeiro de Março 66, Centro) – Sala de Cinema 1 (98 lugares)
Quando: De 21 de agosto a 2 de setembro de 2019
Quanto: Entrada gratuita com retirada de ingresso na bilheteria
Classificação indicativa: consultar a classificação indicativa dos filmes na programação
Mais informações: http://culturabancodobrasil.com.br/portal/anime-o-fantastico-mundo-das-animacoes-japonesas/

Fonte: Blah!zinga